Home / português / Badart – Sobre nós

Badart – Sobre nós

venuspngOrganiza-te — age

A nossa intenção não é apenas criar uma outra organização das artes. Desde o início estabelecemos objectivos anti-capitalistas, internacionalistas e socialistas.

Queremos lutar pelo acesso às artes para todos. Queremos proteger a liberdade da arte ser ela própria, independentemente do seu género. Mas acima de tudo, queremos lutar por um mundo onde a arte, os artistas e toda a classe trabalhadora possam realmente florescer; para nós, isso é socialismo genuíno.

Produzimos a nossa primeira revista que pode ser enviada numa versão em papel ou através de download por uma pequena doação. Encorajamos os leitores a discutirem colectivamente as ideias deste jornal, a venderem-no, a escreverem para ele, e a organizarem acções para defender as artes.

Os problemas que os artistas enfrentam são tão diversificados quanto os próprios artistas. Queremos ligar todas as lutas dos artistas às lutas do movimento de trabalhadores, e vice-versa. Temos o objectivo de destacar essas acções neste website e na nossa página de facebook.

Queremos fazer parte de um movimento, construído de baixo para cima nos bairros operários, para desafiar os ataques dos capitalistas aos artistas e às artes. E queremos contribuir para o munir com as ideias e a estratégia necessária para a sua vitória. Uma acção bem sucedida, acreditamos nós, precisa de estar assente na massa de consumidores e produtores ordinários das artes — não nos grandes nomes.

Muitos dos primeiros membros do badart são membros do Comité por uma Internacional dos Trabalhadores, que luta pelo socialismo em todo o planeta. Mas desde o início que estamos a envolver artistas que querem resistir, mas que não são membros do CIT. Acreditamos que esta abordagem inclusiva é essencial. Esperamos que muitas pessoas se envolvam. Para que isso funcione, precisaremos de dinheiro, tempo e esforço. Se a Ideia descolar, trabalharemos para construir uma estrutura clara e aberta democraticamente.

Queremos novas organizações de artistas, associadas entre si internacionalmente, que lutem com unhas e dentes para um futuro livre da sufocação capitalista. O revolucionário socialista russo Leon Trotsky trabalhou para isto com o poeta anarquista francês André Breton e com o pintor comunista mexicano Diego Rivera. Em 1938 eles produziram “Manifesto: por uma arte revolucionária independente”.

Posicionamo-nos na tradição destes valentes e firmes oponentes do capitalismo e do Estalinismo. Queremos fornecer um espaço para uma discussão teórica e histórica. Estas discussões servem para nos ajudar a saber como melhor podemos resistir. Associamo-las, a todo o momento, à necessidade de acção concreta para alcançar a mudança.

Novas organizações e líderes se estão a desenvolver, por todo o mundo, para lutar por alternativas ao capitalismo. Acreditamos que os artistas têm um importante papel a desempenhar neste desenvolvimento. Ajudando neste sentido, queremos trabalhar com todos que partilham deste objectivo.

Escolhemos o nome ‘Bad Art’. Entendemos com isto uma reacção contra a indústria estabelecida das artes e contra o controlo do capitalismo em relação às artes.

Não estamos interessados em sermos criadores subjugados e domesticados — queremos lutar por melhorar as nossas condições e por desacorrentar as artes. Não aceitamos que a arte deva ser sempre inofensiva para ser “bem-sucedida” — ou que a viabilidade comercial é automaticamente uma medida de sucesso.

Esperamos fazer uma contribuição positiva para o entendimento da arte e das suas lutas. Para ajudar a liderar e a vencer essas lutas. E avançar a luta para um futuro socialista.

Por favor contacta-nos através de info@badartworld.net

Enviem as vossas contribuições para editors@badartworld.net

Scroll To Top